O que é bolsa permanência? Ganhe para estudar!

Redação Voomp
Colaborador do Voomp

Crédito: Foto de Anna Shvets no Pexels

Trabalhar e estudar nem sempre é possível não é mesmo? Mas sobreviver sem trabalhar também não é a realidade de muitos. Entretanto, você sabia que pode receber enquanto estuda?  Conheça o que é bolsa permanência, um programa que te paga para não largar os estudos. Descubra também se você pode ganhar esse benefício!

O que é o bolsa permanência?

A Educação Permanente foi criada para auxiliar o potencial de acadêmicos da educação avançada em situação de vulnerabilidade social. E isso porque muitos deles acabavam abandonando os estudos para se dedicar ao trabalho e garantir seu sustento.

Logo, o governo também criou uma forma de ajudar essas pessoas a seguir seus estudos. Por meio da educação, esses acadêmicos passaram a ganhar uma quantia que ajuda a cobrir algumas despesas para continuar estudando e, dessa forma, garantir um futuro ainda mais promissor pela frente.

Como funciona o bolsa permanência?

A seguir, entenda como funciona a oficina de Educação Permanente e como conseguir uma!

A Educação Permanente

A Educação Permanente é um auxílio fiscal concedido a quilombolas, estudiosos indígenas e aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Quem recebe?

O benefício se aplica a quem está regularmente matriculado em instituições civis de ensino superior. Assim, a ideia é garantir que esses acadêmicos permaneçam em sala de aula até o final do curso e garantam seu pergaminho.

Os valores tem quantidades variáveis, é paga por meio de cartão de benefício. No momento, a quantia é de R$ 900 para acadêmicos indígenas e quilombolas e R$ 400 para aqueles que demonstrarem situação de vulnerabilidade lucrativa.

Como conseguir o bolsa permanência?

Veja abaixo como fazer para conseguir a bolsa. Contudo, adiantamos que, para conseguir uma bolsa de permanência, são necessários alguns tramites burocráticos. Portanto, isso demandará paciência por parte do aluno. Todo o processo é realizado na instituição de ensino.

Para indígenas ou quilombolas

Os estudiosos indígenas ou quilombolas precisarão:

  • Documento de pertencimento étnico de sua comunidade, assinado por pelo menos três líderes homologados.
  • Documento da Fundação Cultural Palmares de que o aluno quilombola reside em uma comunidade remanescente de quilombo ou evidência de vivência em uma comunidade quilombola.
  • No caso de indígenas, declaração da Fundação Nacional do Índio (Funai) de que vivem em comunidade indígena ou evidência de vivência em comunidade indígena.

Situação de vulnerabilidade social

Os acadêmicos que estão em situação de vulnerabilidade social precisarão:

  • Apresentar uma renda familiar per capita superior a 1,5 vezes o salário mínimo
  • Estar matriculado em cursos de graduação com carga horária média menor ou igual a cinco horas diárias
  • Não se atrase no curso o fora permitido é que o aluno decida dois semestres do tempo regular do curso de graduação em que está matriculado
  • Aqueles que se enquadram nas biografias abaixo precisam se cadastrar, assinar o Termo de Compromisso e ter a inscrição devidamente aprovada pelo conselho onde está matriculado.

O benefício é renovado anualmente pela instituição de ensino. Assim, os estudiosos admitem o recurso diretamente do MEC e podem retirá-lo usando um cartão emitido pelo Banco do Brasil.

Quando se inscrever para a bolsa permanência?

A Educação Permanente não tem um período regular de funcionamento. Portanto, qualquer pessoa interessada precisa estar realmente disposta, pois o programa pode durar mais tempo sem distribuir novos benefícios.

Quando abrem as vagas, normalmente o próprio conselho estudantil faz uma exposição interna com as condições e datas de inscrição. Desse modo, o MEC também divulga o benefício em seus sites e redes sociais. Assim, quem perder o prazo terá que ficar para a próxima ocasião, pois o MEC não faz seleções fora do período estipulado.

ProUni – Bolsa Permanência

Os bolsistas que possuem formação integral do ProUni, o Programa Universidade para Todos, também podem se candidatar à bolsa permanência. Como o programa era anteriormente destinado a bolsistas de baixa renda, a educação destina-se a cobrir despesas educacionais.

Contudo, o benefício é válido apenas para cursos presenciais com duração mínima de seis semestres e carga horária igual ou inferior a seis horas/aula por dia. Assim, os valores mudam de acordo com a edição e são divulgados pelo MEC em edital. Diferentemente da educação nas instituições federais, a seleção dos novos titulares do ensino ocorre mensalmente, sempre no primeiro dia, de acordo com a vacuidade fiscal do MEC.

Como ingressar em uma universidade pública ou ganhar uma educação ProUni?

Seja para ingressar em uma universidade pública ou para conquistar uma educação do ProUni, o aluno deve apresentar uma boa nota no Enem.

Sisu

O programa que distribui vagas em universidades públicas é o Sisu. Portanto, para concorrer, basta ter feito o último Enem e ter obtido uma boa nota nas provas objetivas e na redação. Há duas edições de cada vez, sempre muito populares.

ProUni

Já o ProUni, que distribui bolsa total e parcial, exige aproveitamento de pelo menos 450 na normal das provas, sem ter zerado a redação. Fora isso, o candidato deve ter concluído o ensino médio em uma escola pública e comprovar renda de mais de três bolsas mínimas por pessoa da família.

Logo, tanto o Sisu quanto o ProUni distribuem vagas de acordo com as proporções étnicas, para acadêmicos de baixa renda e da academia pública. Desse modo, o Sisu oferece vagas em mais de uma centena de universidades e institutos civis de educação em todo o país.

Por fim, o ProUni, por sua vez, trabalha com faculdades e bem avaliadas pelo MEC como por exemplo a Anhanguera. Essas faculdades também têm seus próprios programas de apoio e educação sem burocracia.

Gostou de saber mais sobre a bolsa permanência? Então confira nosso artigo sobre como conseguir uma bolsa do ProUni no curso de Medicina, um dos mais concorridos do país! Esperamos que você consiga concluir seus estudos que tenha uma excelente vida profissional, sem passar apertos financeiros, para mais dicas como essa, confira tudo aqui!

Boa sorte e bons estudos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.