InícioGraduaçãoServiço SocialServiço Social: qual a grade curricular?

Serviço Social: qual a grade curricular?

De forma geral, o papel do assistente social é cuidar da sociedade. Nesse sentido, se você se considera uma pessoa que gosta e tem aptidão em apoiar e resolver conflitos, Serviço Social pode ser o seu curso ideal.

Muitas pessoas comparam essa formação com o curso de Enfermagem, por exemplo. Existe uma semelhança substancial, que é aquela presente na intenção do profissional em cuidar das pessoas e resolver problemas. É claro que uma, sendo da área da saúde, possui uma inclinação diferente da outra, que se aproxima de temas como filosofia, sociologia, teoria política e economia.

Para que o assistente social possa atuar no mercado de trabalho, é necessário a sua inscrição no Conselho Regional de Serviço Social (Cress) da região em que habita.

Quer saber mais sobre o curso de Serviço Social e se é a melhor alternativa para você? Não deixe de ler esse texto!

Serviço Social: Código Brasileiro da Ocupação

De acordo com o site Salário, o profissional assistente social se enquadra na CBO 2516-05. Veja alguns exemplos das atividades dos cargos desse código:

  • participar de conselhos de direitos e políticas públicas;
  • publicar os resultados do evento;
  • criar critérios e indicadores para avaliação;
  • compilar dados;
  • formular rotinas e procedimentos profissionais;
  • participar de comissões técnicas;
  • consultar organizações e especialistas;
  • elaborar instrumentos técnicos;
  • pesquisar interesses e necessidades da população;
  • pesquisar informações ´in loco´;
  • pesquisar a satisfação do usuário;
  • formular propostas;
  • divulgar o evento;
  • identificar recursos sociais disponíveis;
  • determinar natureza e objetivos do evento;
  • identificar recursos financeiros disponíveis;
  • realizar atendimentos sociais;
  • recrutar pessoal;
  • avaliar cumprimento dos objetivos de programas, projetos, serviços e planos propostos;
  • supervisionar trabalho dos técnicos da área;
  • orientar sobre conteúdo de processo e procedimentos;
  • elaborar planos, programas projetos e serviços;
  • selecionar pessoal;
  • levantar número de usuários;
  • realizar entrevistas sociais;
  • denunciar situações de violência e violação de direitos;
  • lidar com situações adversas;
  • emitir laudo e parecer social;
  • elaborar estudo e perícia social;
  • desenvolver grupos e atividades socioeducativas;
  • solicitar vagas em serviços e equipamentos sociais;
  • requisitar reforço policial;
  • orientar sobre normas, códigos e legislação;
  • aplicar instrumentos de avaliação;
  • demonstrar ousadia;
  • mediar conflitos;
  • controlar custos;
  • participar de simpósios, congressos e eventos técnico-científicos;
  • programar atividades;
  • coordenar programas, projetos, serviços, benefícios e equipamentos;
  • demonstrar criatividade;
  • orientar sobre serviços e recursos sociais;
  • estabelecer prioridades;
  • organizar dados coletados;
  • definir recursos humanos;
  • articular com poder executivo judiciário nas três esferas de poder;
  • preparar material técnico;
  • realizar estudo socio-territorial;
  • articular uma rede de atendimento;
  • realizar avaliação social;
  • articular com movimentos sociais;
  • cadastrar usuários, entidades e recursos;
  • contornar situações adversas;
  • avaliar resultados de programas, projetos, serviços e planos;
  • realizar coordenação técnica do serviço social.

Remuneração

Se você está no momento pré-vestibular, provavelmente uma das suas preocupações é a remuneração do cargo. Mas fique tranquilo! A Voomp também pensou nisso. Veja, a seguir, cinco exemplos de um levantamento realizado pelo site Salário sobre a remuneração por tipo de empresa:

Para o segmento Atividades de associações de defesa de direitos sociais, com uma jornada de 33 horas, o piso salarial é de R$ 2.287,51, a média salarial é de R$ 2.506,34 e o teto salarial é de R$ 3.787,65. Então, o salário/hora corresponde a R$ 15,30.

Para o segmento Atividades de atendimento hospitalar, com uma jornada de 30 horas, o piso salarial é de R$ 2.588,50, a média salarial é de R$ 2.836,13 e o teto salarial é de R$ 4.286,04. O salário/hora corresponde a R$ 18,61.

Para o segmento Serviços de assistência social sem alojamento, com uma jornada de 31 horas, o piso salarial é de R$ 2.353,00, a média salarial é de R$ 2.578,10 e o teto salarial é de R$ 3.896,10. O salário/hora corresponde a R$ 16,55.

Para o segmento Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências, com uma jornada de 31 horas, o piso salarial é de R$ 2.468,94, a média salarial é de R$ 2.705,13 e o teto salarial é de R$ 4.088,07. Assim, o salário/hora corresponde a R$ 17,47.

Para o segmento Administração pública em geral, com uma jornada de 32 horas, o piso salarial é de R$ 2.769,12, a média salarial é de R$ 3.034,02 e o teto salarial é de R$ 4.585,10. Então, o salário/hora é de R$ 18,94.

Serviço Social: Grade Curricular

Agora que você já se familiarizou com o curso de Serviço Social, vamos ver um exemplo de grade curricular. Trata-se de um passo muito importante para o vestibulando escolher a sua graduação. Isso porque as disciplinas estudadas na faculdade constituem a essência da sua formação e, muitas vezes, é a partir dessas que o estudante decide se aquele curso é ou não o seu ideal.

Para te ajudar nesse período tão importante, a Voomp recomenda três instituições de ensino renomadas e todas reconhecidas pelo MEC. São essas a Faculdade Pitágoras, a Faculdade Anhanguera e a Universidade Norte do Paraná (Unopar). Veja, como exemplo, a grade curricular oferecida pela Faculdade Anhanguera.

Grade Curricular

  • Acumulação Capitalista E Desigualdade Social;
  • Administração E Planejamento Em Serviço Social;
  • Antropologia;
  • Atividade Complementar;
  • Ciência Política;
  • Comunicação Na Prática Do Assistente Social;
  • Direito E Legislação;
  • Economia Política;
  • Ed – Comunicação Oral E Escrita;
  • Ed – Cultura Brasileira;
  • Ed – Empregabilidade;
  • Ed – Gramática;
  • Ed – Interpretação De Texto;
  • Ed – Lógica Matemática;
  • Ed – Práticas De Estudo – Competências Socioemocionais;
  • Ed – Projeto De Vida;
  • Educação A Distância;
  • Estágio Em Serviço Social I;
  • Estágio Em Serviço Social Ii;
  • Estágio Em Serviço Social Iii;
  • Estatística E Indicadores Sociais;
  • Ética Profissional Em Serviço Social;
  • Ética, Política E Cidadania;
  • Filosofia;
  • Formação Social, Histórica E Política Do Brasil;
  • Fundamentos Das Políticas Sociais;
  • Fundamentos Históricos, Teóricos E Metodológicos Do Serviço Social I;
  • Fundamentos Históricos, Teóricos E Metodológicos Do Serviço Social Ii;
  • Fundamentos Históricos, Teóricos E Metodológicos Do Serviço Social Iii;
  • Gestão Social E Análise De Políticas Sociais;
  • Homem, Cultura E Sociedade;
  • Instrumentalidade Em Serviço Social;
  • Metodologia Científica;
  • Movimentos Sociais;
  • Pesquisa Social;
  • Políticas Setoriais;
  • Psicologia E Políticas Públicas;
  • Psicologia Social;
  • Responsabilidade Social E Ambiental;
  • Serviço Social E Processo De Trabalho;
  • Serviço Social Na Área Da Saúde, Previdência Social E Assistência Social;
  • Serviço Social Na Educação;
  • Sociologia;
  • Sociologia Crítica;
  • Terceiro Setor, Meio Ambiente E Sustentabilidade;
  • Trabalho De Conclusão De Curso I;
  • Trabalho De Conclusão De Curso Ii.

Serviço Social pode ser a sua profissão!

Se você chegou até aqui, agora você pode decidir se Serviço Social é ou não a profissão que mais combina com o seu perfil. A Voomp tem certeza de que você terá um futuro profissional brilhante, independentemente da carreira que escolher trilhar!

Caso você tenha gostado dessa matéria, te convidamos a conhecer também mais sobre o tema: Como funciona o curso de Serviço Social? Boa sorte e até logo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.