Como escrever bem uma redação?

Redação Voomp
Colaborador do Voomp

Crédito: Foto de Pìxabay no Pexels

Um dos maiores desafios, tanto da vida profissional quanto pessoal, é escrever bem. A fala, por sua dinâmica mais interativa, ainda “perdoa” certos erros. A letra fria da escrita, por outro lado, exige mais da nossa habilidade de interpretação.

Exatamente por isso, frases mal construídas ou pontuações usadas de modo incorreto podem distorcer o sentido de um texto.

Especialmente se você estiver pensando em prestar o vestibular, esse é um ponto muito importante! Afinal, uma redação ruim pode atrapalhar seus planos de ingressar na faculdade. Por isso, a seguir, descubra como escrever bem uma redação!

Foco na Língua Portuguesa

Uma prova de vestibular tem o objetivo de avaliar o seu conhecimento como um todo, não apenas aquele necessário a uma determinada profissão. Nesse sentido, mesmo que você tenha escolhido uma carreira técnica, deve saber escrever bem.

Além disso, uma boa pontuação na redação é fundamental para aumentar suas chances de conseguir uma vaga na faculdade. Não zerar nesse quesito do Enem, por exemplo, é determinante para concorrer a uma bolsa de estudos ou financiamento do governo.

Uma boa redação é essencial não apenas no vestibular, mas também nas entrevistas de emprego. Conforme pesquisa da Catho, erros de português afetam negativamente a carreira.

Portanto, para escrever bem, leia livros, jornais e revistas. Exercitar sua habilidade de entender e interpretar textos vai ser útil na hora de identificar pegadinhas nos enunciados das questões. Inclusive as de exatas!

Dessa forma, você não só evita “ciladas” como também compreende o sentido das questões de forma completa e segura.

E agora uma dica poderosa: escolha temas de que você gosta para as leituras. Assim, ao mesmo tempo em que amplia o domínio da Língua Portuguesa, você aprende mais profundamente sobre um assunto que te interessa.

Quais matérias estudar para escrever bem?

Se você concluiu que precisa dar uma melhorada na comunicação escrita, então é hora de começar a estudar algumas matérias.

  • Acentuação
  • Concordância verbal/nominal
  • Ortografia
  • Pontuação
  • Recursos de estilo
  • Regência verbal
  • Sintaxe

Acentuação

A acentuação é um sistema em que certos sinais são colocados nas palavras para enfatizar as sílabas tônicas. Os que compõem a Língua Portuguesa são o acento agudo (´), o grave,  também chamado de crase (`), o til (~) e o acento circunflexo (^, o “chapeuzinho”).

A acentuação de uma sílaba em uma palavra define seu sentido e nos ajuda a lê-la corretamente. Veja um exemplo: “sabiá” é o nome dado a determinadas famílias de pássaros; “sábia” é o substantivo feminino que define uma pessoa erudita, que sabe muito; por fim, “sabia” é uma flexão do verbo saber.

Sendo assim, fica claro que acentuar incorretamente as palavras pode alterar a mensagem que você está tentando passar.

Concordância verbal/nominal

É o estudo e compreensão das regras de compatibilidade do verbo e substantivos com os elementos da frase. Já aconteceu de você ler um texto e ficar com a impressão de que ele não fazia sentido? Então, é provável que houvesse problemas de concordância, pois substantivos, adjetivos, numerais, pronomes e artigos são coordenados por ela.

Ortografia

A ortografia é um conjunto de regras que determina como escrever as palavras corretamente e usar a acentuação sem erros.

Portanto, sem regras ortográficas não haveria padrão e cada um escreveria do jeito que quisesse. A palavra “piscina”, por exemplo, poderia ser escrita tanto como “pissina” quanto “picina”. Uma verdadeira bagunça, não? Ou seja, o primeiro passo para escrever bem é conhecer as regras fundamentais da ortografia.

Pontuação

Pontuação é todo um conjunto de sinais usados na Língua Portuguesa que equivale ao gestual de quem fala. A vírgula, o ponto final, de interrogação, de exclamação, entre outros, são pontuações bastante comuns nos textos.

Do mesmo modo que, ao falarmos, fazemos pausas, damos ênfase ou encerramos uma colocação, a pontuação reproduz essas intenções no papel. Já tinha pensado nisso?

E mais: o uso incorreto da pontuação pode alterar totalmente o sentido de uma frase. Veja só a diferença que uma simples vírgula pode fazer:

  • “Ajude um ladrão!” = pedido para que alguém ajude um ladrão.
  • “Ajude, um ladrão!” = pedido de socorro que indica que alguém acabou de ser roubado.

Logo, um texto bem pontuado ganha em compreensão e lógica, quesitos indispensáveis para quem quer escrever bem.

Recursos de estilo

Também chamadas de figuras de linguagem, são formas de dar personalidade e sofisticar o texto.

Nesse sentido, o uso da metáfora, da antítese, da ironia e do paradoxo, por exemplo, aumenta muito a qualidade da redação. Conhecer e empregar bem os recursos de estilo é uma chave para ter nota máxima na redação do vestibular.

Regência verbal

A regência verbal é a relação de um verbo com seu objeto, em que se estabelece a natureza dele (direto ou indireto) e se emprega ou não as preposições.

É um assunto típico das aulas de Língua Portuguesa do Ensino Médio, mas muito importante de ser estudado e revisto para garantir uma redação de qualidade.

Sintaxe

Essa é a parte da gramática que estuda a disposição das palavras na frase e das frases no discurso. Afinal, é preciso haver uma relação lógica entre as combinações para se transmitir um significado completo.

Em outras palavras, imagine um muro cheio de tijolos. Cada palavra corresponde a um tijolo e cada carreira de tijolos corresponde uma frase. A sintaxe é o cimento que une cada carreira de tijolos e dá firmeza ao muro.

Sendo assim, estudar e aprender sintaxe é básico para quem pretende aprender a escrever bem.

Dicas para escrever bem e fazer uma redação nota 10

Como vimo, estudar gramática e ortografia é essencial para escrever bem. Porém, uma boa redação vai além do uso correto de crases, vírgulas ou de um vocabulário rebuscado.

Então, reunimos alguns pontos que fazem toda a diferença para uma redação nota 10:

  • Atenção ao tema. De nada adianta dominar a norma culta da Língua Portuguesa se seu texto não tiver relação com o tema pedido. Não atender a esse requisito é motivo para zerar na redação;
  • Construa uma boa argumentação. Exponha seu ponto de vista e defenda-o usando dados, fatos, números e outras informações relevantes;
  • Seja conciso. “Dar voltas” ou escrever frases muito longas torna o raciocínio confuso. Descreva de modo objetivo seus argumentos e conclusões;
  • Tenha repertório sociocultural. Ou seja, leia, veja filmes, esteja informado e estude também fora da sala de aula. É essa bagagem que vai te permitir construir um texto criativo e bem embasado;
  • Pratique. Explore diferentes temas, pesquise sobre eles e escreva. Peça a correção de um professor de Português;
  • Sempre revise o texto. Isso evita que erros passem despercebidos.

Agora que você já sabe como escrever bem, veja 4 dicas para escolher um bom título de redação.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.