InícioGraduaçãoGestão AmbientalQual o perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental?

Qual o perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental?

Você colocou se tornar um gestor ambiental entre as possibilidades de carreira para o futuro, mas já soube qual é o perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental? Bem, saber isso é uma parte importante da escolha, pois permite você avaliar se possui afinidade com a área.

Além disso, algumas das características encontradas na maioria dos alunos desse curso são coisas que irão ajudá-lo, na prática, tanto durante a graduação quanto após formado.

Ficou curioso? Então, não deixe de conferir o artigo a seguir. Nele, separamos 6 pontos essenciais do perfil do estudante desse curso e ainda explicamos como se tornar um profissional da área e falamos um pouco sobre o mercado de trabalho.

6 características do perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental

É comum que os estudantes, e depois os profissionais, de determinada área compartilhem algumas características em comum. Elas formam um tipo de perfil que ajuda a tornar o processo de aprendizagem mais fácil. E no futuro auxiliam o profissional a realizar todas as atividades necessárias da carreira.

No caso do perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental, podemos citar 6 que são as mais importantes para se ter. Mas, não precisa ficar desesperado e pensar em desistir caso não se encaixe em todos os pontos da lista, já que é possível desenvolver alguns deles durante os anos estudos.

Dito isso, confira 6 das características que todo estudante dessa graduação deve ter!

1. Organização

Uma das principais características que um estudante, e posteriormente profissional, do curso de Gestão Ambiental deve é organização. Isso porque durante toda a faculdade ele irá aprender muitos conteúdos, sendo preciso saber organizar bem o tempo e as anotações.

Na carreira profissional, ele terá que lidar diariamente com muitos documentos, como licitações e projetos, especialmente se optar por trabalhar em escritórios. Logo, ser organizado irá poupar dores de cabeça desnecessárias ao precisar de algo e não encontrar, por exemplo.

Além disso, ele trabalhará em contato e, muitas vezes, irá gerir equipes com muitas pessoas e com cada uma tendo uma atribuição diferente. Logo, essa é a maneira mais efetiva de garantir que tudo seguirá em um fluxo constante.

2. Afinidade com disciplinas da área das Ciências Biológicas e Exatas

Na grade curricular do curso de Gestão Ambiental são vistas disciplinas como química e outras que ficam ali perto da área de exatas. Ou seja, será preciso gostar de matemática, porque o estudante precisará, pelo menos, entender de cálculos para conseguir identificar qualquer erro. Se esse é o seu caso, você irá se encontrar na profissão.

Afinal, muitos aspectos da profissão lidam com coisas sensíveis e os cálculos ajudam na hora do planejamento, para que tudo saia do jeito que foi idealizado. Além do mais, o campo das ciências ambientais conversa com o campo da física e da biologia e tudo isso é aprendido na faculdade.

3. Mas também da área de Humanas

Um aspecto dessa graduação é que ela é multidisciplinar. Por isso, o perfil de um estudante do curso de Gestão Ambiental precisa ser de alguém que possui alguma afinidade com a área de humanas, especialmente das ciências sociais.

É importante também que ele goste de política. Afinal, irá ver bastante disso na faculdade e irá trabalhar diretamente com isso em toda a carreira. Logo, gostar da área é algo que irá facilitar bastante a vida do estudante.

4. Trabalho em equipe

Como citados anteriormente, o gestor ambiental costuma trabalhar em parceria com várias pessoas. Muitas vezes de setores diferentes.

Portanto, saber trabalhar bem em equipe é uma característica essencial do perfil. E que, preferencialmente, deve estar presente já no estudante que está ingressando no curso. Dentro disso entram coisas como: saber se comunicar, ser paciente e ter espírito de liderança.

5. Atualização com o mundo

A área de Gestão Ambiental está sempre se atualizando, com diariamente surgindo novas pesquisas e métodos de preservação. Por isso, é importante que o aluno desse curso seja alguém que goste de se manter atualizado.

Isso inclui estar a par das pesquisas mais recentes da área, mas também dos acontecimentos da região e do mundo. Até porque, tudo isso impacta o meio ambiente e deve ser considerado na hora de elaborar projetos e políticas públicas.

6. Atenção aos detalhes

Outra coisa essencial no perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental é ter atenção aos detalhes. Durante a faculdade, serão muitos materiais para ler e durante a carreira serão contratos, licenciamentos e pesquisas.

Além disso, nos trabalhos realizados em campo, como perícias, será preciso estar atento a tudo o que acontece ao redor. Afinal, é papel desse profissional analisar todos os aspectos e, para fazer isso, ele precisa estar ciente de todas as variáveis.

Como se tornar um bom gestor ambiental?

O primeiro passo para se tornar um bom gestor ambiental é ingressar no curso tecnólogo de Gestão Ambiental. Lá, o estudante irá aprender tudo o que é necessário para realizar todas as funções pertinentes da área e construir uma carreira de sucesso.

Por esse motivo é preciso ter bastante cuidado na hora de escolher uma faculdade. Sempre procure instituições respeitadas e sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Outro ponto é escolher locais que possuam boas avaliações, tanto dos estudantes quanto em exames de desempenho, como o Enade.

Por último, não se deixe enganar pensando que apenas instituições com mensalidades altas com qualidade. Locais como as faculdades Anhanguera, Pitágoras e Unopar, por exemplo, oferecem essa graduação com preços acessíveis e qualidade reconhecida pelo mercado.

Como é o mercado de trabalho para profissionais do curso de Gestão Ambiental?

O mercado de trabalho para profissionais de Gestão Ambiental está bastante aquecido, com um aumento de mais de 50% no número de contratações em pouco menos de um ano. Isso, principalmente, devido à necessidade crescente de criar políticas públicas ambientais e da consciência da população sobre o tema.

Logo, essa é uma carreira promissora, tanto para quem sonha em trabalhar no setor público, quanto em empresas da iniciativa privada, em organizações sem fins lucrativos ou até mesmo por conta própria.

Os salários são influenciados por isso, sendo bastante atraentes. Apenas para exemplificar, a remuneração média desse profissional no Brasil é de R$3.423,87, com os ganhos podendo ultrapassar os R$8.000,00 mensais.

E aí, percebeu que se encaixa no perfil do estudante do curso de Gestão Ambiental e deseja aprender mais sobre essa área antes de escolher definitivamente? Então confira os outros conteúdos que a Voomp preparou sobre ela para você!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 17

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.