Administração de Condomínios: como trabalhar na área

Redação Voomp
Colaborador do Voomp

Crédito: Imagem: Reprodução

A administração de condomínios é uma atividade bastante procurada que acompanha o crescimento deste segmento. Sem dúvida, o primeiro passo antes de ingressar é iniciar em um curso superior e atualizar-se sempre. No intuito de conquistar clientes, ou ainda, cultivar um bom nome no mercado, ganhar experiência é o primeiro passo. Siga essa leitura para saber mais.

Administração de condomínio: o que faz de verdade

Certamente, você já notou que a construção de prédios aumentou muito nos últimos anos, não é mesmo? Isso vale como forma de praticidade, juntar serviços semelhantes, ter maior conforto e segurança. Como resultado, a demanda para organizar tudo se intensificou e muito. Posteriormente administrar condomínios com precisão e de forma profissional se tornou um serviço muito valorizado.

Administradores de condomínio são pessoas ou empresas que realizam toda a gestão. Isso vale para suprir as necessidades que um conjunto de prédios necessita. A fim de garantir o fluxo, harmonia e um equilíbrio financeiro, este profissional dá o devido suporte ao síndico. No intuito de trabalhar de forma colaborativa com o síndico, o administrador não está acima dele e nem contra, mas sim devem andar juntos.

Além disso, quem trabalha nessa área precisa sempre ter atenção para a legislação vigente. Dessa maneira, estudar um pouco sobre direito é fundamental. Entretanto, as tarefas diárias que envolvem esta escolha de carreira são variadas pois envolvem contas a pagar e receber, RH e a contabilidade. Ademais, tudo que envolve questões administrativas entram no pacote de serviços e controle de gastos e compras. Também fazem parte  aspectos sociais, como atender demandas de moradores, por exemplo.

Quais são as competências e habilidades que ajudam no trabalho?

Juntamente com o desejo de gerir com sucesso as várias partes que envolvem um condomínio, vem algumas competências importantes que envolvem o perfil deste profissional. São elas:

  • Liderança: muitas vezes o administrador possui uma empresa prestadora de serviços para os condomínios. Desse modo, saber liderar e se comunicar corretamente é um ponto chave;
  • Atencioso e concentrado: a análise das informações exige essas duas habilidades no intuito de entregar o trabalho com maior precisão;
  • Manter a ética: ao mesmo tempo que este profissional lida com informações precisas, números e legislação, também está em contato com pessoas. Manter a ética e valores contribui para fortalecer as atividades exercidas.
  • Trabalhar em equipe: a colaboração é apreciada também nesse ramo. Em seguida, vem a importância de dar o exemplo. Como o gestor da administração de condomínio geralmente é o dono da empresa, precisa “ vestir a camiseta” para que os demais sigam seu exemplo. Envolver o time e promover ações colaborativas é muito benéfico.

Saiba como conseguir boas oportunidades

Primeiramente é visível que a administração de condomínios assume um papel fundamental para que haja uma eficiência nos conjuntos habitacionais ou empresariais. A construção civil opera a todo vapor no Brasil e como consequência há mais prédios, residências, entre outros, que demandam por administradores.

Antes de tudo, para conquistar o seu espaço no mercado é preciso, além de ter o perfil para essa carreira, ter uma boa rede de relacionamentos, o chamado networking faz diferença. Para construir esse networking e conquistar os primeiros clientes, caso você decida abrir uma empresa na área, segue algumas dicas:

  • Invista nas redes sociais e divulgue sua empresa;
  • Procure visitar prédios e residenciais e marque uma reunião com o síndico;
  • Tenha certeza e segurança do que está oferecendo para gerar boa imagem no mercado;
  • Visite imobiliárias e crie relacionamentos com essas empresas de tal forma que um pode indicar clientes para o outro, criando assim parceria;
  • Apresente resultados caso já tenha. É provável que no início não haja, portanto a solução é mostrar um plano de trabalho muito eficiente que convença o futuro condomínio a fechar com você.
  • Foque em estabelecer vínculo com as construtoras. Isso vale como uma tática valiosa para crescer no ramo de administração de condomínios.

Em outras palavras, o caminho mais lucrativo e interessante nesta profissão é realmente empreender. Entretanto, caso você queira começar como colaborador em alguma empresa, também é uma boa escolha. Há uma variedade de empresas que atuam com administração de condomínios e contratam pessoas especializadas para exercer as múltiplas funções as quais essa atividade exige. Mas também, iniciar como empregado é uma excelente forma de adquirir mais experiência para posteriormente abrir a sua empresa se assim desejar. Porém, tenha em mente que será preciso iniciar a graduação. Saiba quais cursos superiores são indicados no próximo tópico.

O que estudar para ingressar na área de administração de condomínios

Sem dúvida, para ingressar na administração de condomínios é preciso sim estudar. Eventualmente o bacharelado em Direito fornece uma boa base na legislação, porém não é o mais próximo desta carreira. Em Ciências Contábeis se mantém o foco em questões relacionadas à contabilidade, mas também não é tudo.

O que irá realmente contribuir para ter sucesso nessa profissão é se inscrever no vestibular de Administração.

Em síntese, é dentro desta faculdade que você terá a base para desenvolver as tarefas da administração de condomínios.

Nesta graduação há disciplinas como Direito Empresarial, Contabilidade, Gestão de Pessoas, Planejamento Financeiro e Orçamentário. Em princípio a duração é de 8 semestres, ou seja, 4 anos. Além disso, é possível posteriormente fazer uma especialização na área. Dessa maneira, você aprofunda ainda mais os conhecimentos adquiridos.

Em conclusão, é o curso certo para este ramo, mas é sempre importante observar a grade curricular da instituição de ensino. Também verifique a possibilidade de bolsas de estudos e descontos. Em universidades com a Anhanguera você pode utilizar a nota do Enem para conseguir uma redução de mensalidade.

Gostou deste artigo? Então veja aqui como as redes sociais podem auxiliar os estudantes de administração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.