Quando começar um cursinho pré-vestibular?

Matheus Donay
Colaborador do Voomp
como conseguir uma bolsa de estudos

Os cursinhos se consolidaram ao longo dos anos como ferramentas interessantes para dar um salto na preparação para os vestibulares. São cursos que possuem uma metodologia de trabalho própria, diferente das escolas de ensino médio. 

Fazer um vestibular é um momento especial da vida. Envolve adotar novos hábitos, se organizar e estar bastante focado nos objetivos. Ao iniciar a preparação, muitos candidatos acabam se perguntando: qual o melhor momento para começar a fazer um cursinho pré-vestibular?

Para que serve um cursinho pré-vestibular?

Os cursinhos pré-vestibular possuem uma dinâmica bem diferente do tradicional ensino escolar. Apesar de o conteúdo trabalhado ser o mesmo, o grande objetivo dos pré-vestibulares é preparar os candidatos para realizarem vestibulares, o que implica em uma metodologia de trabalho bem específica.

Deste modo, o que guia o trabalho dos cursinhos é a sua aprovação no vestibular. Para isso, você tem acesso a dezenas de materiais exclusivos, com foco na preparação. Alguns exemplos são resumos de matérias, esquemas e dicas. 

Atualmente, os cursinhos têm buscado aproveitar todas as vantagens da tecnologia para aprimorar a experiência da preparação. Além das aulas, serviços de relatório de desempenho em testes e simulados têm se mostrado bastante eficientes. Outro recurso interessante são os cronogramas de estudos personalizados, que fazem com que você se organize para não deixar de estudar nenhuma matéria.

Vale a pena fazer um cursinho?

Embora os cursinhos tratem de conteúdos escolares, a metodologia aplicada aos pré-vestibulares é bem diferente do que se está acostumado nas escolas. Afinal, a grande missão dos cursinhos é preparar os candidatos para os diversos exames e vestibulares. Por esta razão, os cursinhos possuem algumas particularidades

A primeira delas é que cursos preparatórios costumam contar com professores com experiência em preparar alunos para vestibulares. São profissionais especializados e que, na maioria das vezes, possuem boas dicas sobre conteúdos que são mais frequentes. Além disso, cursinhos são ótimos em fazer esquemas para não deixar fórmulas e equações caírem no esquecimento.

Outro ponto positivo dos cursinhos é a realização de simulados. Nesta experiência, você treina para o seu vestibular de uma forma completa, o que inclui número de questões, tempo de prova e a marcação das alternativas no cartão-resposta. Nos cursinhos EAD, você ainda acessa milhares de questões disponíveis nas plataformas. 

Ah, a gente sabe que a prova de redação é muito importante em qualquer vestibular, não é mesmo? Nos cursinhos, você conta com o apoio de professores para avaliar sua escrita. Assim, você consegue identificar em quais pontos você deve se aprimorar. Ou seja, dá pra desfrutar de muita coisa fazendo um cursinho pré-vestibular. 

Existe idade certa para fazer um cursinho?

Os cursinhos pré-vestibular não costumam adotar uma idade mínima para aceitar matrículas de alunos. Até porque a faixa etária pode variar conforme os alunos chegam ao ensino médio e começam a se preocupar com o vestibular. 

Apesar de não haver idade mínima, é comum que a grande maioria dos alunos de cursinhos tenha entre 17 e 20 anos, sendo um público bem jovem e que está na fase de transição entre escola e faculdade. 

Ah, e vale ressaltar: também não há idade máxima para fazer um cursinho! Afinal, nossos sonhos estão sempre nos acompanhando ao longo de toda vida, não é mesmo? Os cursinhos são ótimas alternativas para quem está há algum tempo sem estudar e deseja entrar em uma faculdade. É o momento de rever matérias e relembrar de algumas dicas, conceitos e estratégias para resolver questões.  

Quando devo começar a fazer um cursinho pré-vestibular?

Ao chegar no ensino médio, é comum que os jovens comecem a se planejar para enfrentar os desafios futuros. Em pouco tempo, os vestibulares passam a fazer parte da rotina dos estudantes. No entanto, é importante conter um pouco da ansiedade e saber a hora certa de contar com a ajuda de um cursinho. 

Como o objetivo dos cursinhos é aprimorar os conhecimentos nas matérias de todo o ensino médio, fazer um pré-vestibular antes de chegar ao 3º ano pode ser um pouco confuso e atrapalhar sua rotina escolar. Afinal, você estudará conteúdos que não são compatíveis com seus conhecimentos adquiridos até então. 

Fazer o cursinho no momento a partir do 3º ano do ensino médio é o mais adequado e fará com que você consiga explorar melhor as vantagens do cursinho. No entanto, ao passar pelo primeiro e segundo ano do ensino médio, é fundamental que os estudos sejam regulares e que o aprendizado seja eficiente. Desta forma, quando você chegar ao cursinho, você irá apenas revisar conteúdos e focar na sua aprovação.

O que levar em conta na hora de escolher o cursinho

Ao longo dos anos, cursinhos pré-vestibular tornaram-se uma etapa muito tradicional de preparação dos candidatos. Frente aos vestibulares concorridos, reforçar a bagagem dos conhecimentos é sempre uma boa ideia. 

Atualmente, existem diversas opções de cursinhos. São diferentes preços, durações e até mesmo com foco em algumas aprovações, como no concorrido vestibular para Medicina. Por isso, uma boa pesquisa no mercado fará com que você reúna qualidade, preços acessíveis e versatilidade para estudar. 

Neste sentido, uma boa opção de cursinho pré-vestibular é a Stoodi. Com menos de R$ 100 mensais, você acessa resumos ilimitados, simulados, cronogramas de estudo, monitorias, tira-dúvidas e muito mais. Ou seja, um pacote completo e com um preço acessível.

Hoje o nosso post fica por aqui, mas estamos muito felizes de ter sua companhia! Esperamos ter ajudado você a descobrir o melhor momento para fazer um cursinho e dar os primeiros passos em direção ao sucesso! Conte com a gente 😉


Siga-nos nas redes sociais:
LinkedIn | Instagram | YouTube | Facebook

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.