Quanto tempo demora para ficar fluente em inglês?

Matheus Donay
Colaborador do Voomp
Curso de Medicina Veterinária conta com 10 semestres

Crédito: Foto de SHVETS production no Pexels

Não é nenhuma novidade que a língua inglesa é informalmente considerada um idioma internacional. Isso significa que é a língua mais utilizada para comunicações internacionais, servindo para realizar negócios, lazer e turismo no exterior. 

Ter conhecimento na língua inglesa, portanto, é uma habilidade muito valorizada e cada vez mais desejada pelas pessoas. No entanto, ao começar os estudos, é comum ter a seguinte dúvida: quanto tempo levarei até me tornar fluente em inglês?

Neste texto, a Voomp vai compartilhar alguns fatores que você deve levar em conta para ficar numa boa e aprender o idioma no seu tempo adequado. 

Quanto tempo é preciso para me tornar fluente em inglês?

Quando topamos um desafio como o de se tornar fluente em inglês, é normal ficar um pouco ansioso e com pressa para atingir logo o grande objetivo. Apesar disso ser visto como um sinal de entusiasmo, é importante ter consciência de que adquirir domínio completo sobre uma língua leva tempo e depende de alguns fatores. 

Baseados em estimativas, alguns especialistas apontam que, para avançar de nível no idioma inglês, são necessárias cerca de 200 horas de aula. Ou seja, para atingir a fluência total, seriam necessárias cerca de 1200 horas (divididas em seis níveis – A1, A2, B1, B2, C1 e C2) destinadas ao estudo do inglês. 

Contudo, você pode dominar a língua de diferentes maneiras, o que torna esse tempo apenas uma estimativa de horas de estudo. A seguir, veja alguns fatores que podem influenciar no tempo que você leva até ficar fluente no inglês. 

Fatores que influenciam no tempo para ficar fluente

1. Foco e dedicação

Muito além do estudo em si, sua motivação pessoal é fundamental no processo de aprendizagem. Com uma boa organização, bom planejamento de atividades e bastante interesse, você irá aprender inglês mais rápido do que imagina!

2. Facilidade em aprender

Nem todo mundo é igual e possui as mesmas habilidades para absorver novos conhecimentos. Algumas pessoas levam mais tempo, outras levam menos, o que é absolutamente normal. 

No entanto, o importante é manter o foco e persistir para vencer as dificuldades. Pode não ser fácil, mas o esforço é compensatório! 

3. Imersão no idioma

Além do tempo que você destina aos estudos, o período em que você realiza atividades diárias pode contar para acelerar seu processo de aprendizado. Por isso, é recomendado que você transforme o mundo ao seu redor para uma versão em inglês, o que inclui idioma de aplicativos, aparelhos e eletrodomésticos. 

Além disso, se você passar a consumir conteúdos em língua inglesa como vídeos e matérias, você também contribuirá para uma familiarização mais rápida da língua. 

4. Regularidade nos estudos

A frequência com que você se dedica aos estudos também é um ponto importante. Logicamente, quanto mais tempo na semana ou no mês você reservar para o estudo e a prática do inglês, mas rápido você ficará fluente.

Além disso, não é recomendado que você dê grandes pausas no seu processo de aprendizagem. A continuidade e a regularidade são suas aliadas no seu desafio!

5. Metodologia de estudos adequada

Ficar traduzindo frases em algum tradutor online certamente não será produtivo para que você aprenda questões de pronúncia, gramática e formulação de frases. Por isso, é importante estar bem assessorado nos seus estudos. 

Existem bons cursinhos que podem ajudar você com todo o suporte e estrutura possíveis. Na Carnegie Brasil, você tem tutoriais personalizados e salas de bate-papo monitoradas como aliadas do seu aprendizado. As plataformas da Carnegie Brasil são capazes de acelerar até 3x a sua fluência em inglês. E não é à toa que essas plataformas possuem essa capacidade: elas foram desenvolvidas após 30 anos de pesquisas na área de Linguística e Neurociência. 

Certamente, isso fará a diferença no tempo que você levará para aprender inglês.

6. Qualidade das suas aulas

Além da metodologia, é importante investir em instituições renomadas. Por isso, pesquise sobre a qualidade do curso de inglês do seu interesse, como são os professores, os materiais didáticos e os recursos disponíveis. 

7. Seu nível atual de inglês

Você sabia que existem classificações de níveis de conhecimento em língua inglesa? Pois é! Quando você decide se tornar fluente em inglês, você parte de um ponto inicial. Você pode ter conhecimentos adquiridos ao longo da vida, tanto de nível básico quanto intermediário ou avançado.

Quanto maior seu nível de conhecimento, menor será o caminho até atingir a fluência. Ou seja, é um ponto importantíssimo para estimar o tempo que você leva. Que tal conhecer os níveis de inglês?

Conheça os níveis de conhecimento em inglês

Muitos cursinhos e instituições que trabalham com língua inglesa adotam classificações de níveis de inglês. Elas servem como referência para avaliar o conhecimento dos estudantes ou candidatos a vagas de empregos, por exemplo. Vamos a elas!

A1 – É o nível inicial de conhecimento em inglês. Normalmente, as pessoas de nível A1 conhecem alguns termos e conseguem elaborar frases simples no idioma, identificando algumas palavras em velocidade lenta.

A2 – No nível A2, ainda que básico, você consegue apresentar um pouco mais de desenvoltura. Assim, quem está nesse nível consegue formular perguntas básicas e desenvolver frases um pouco mais complexas sobre si e o mundo ao seu redor. 

B1 – Também conhecido como nível intermediário, neste nível, a pessoa passa a compreender parcialmente assuntos relacionados ao seu cotidiano. Com um repertório um pouco maior do que o nível A2, a compreensão de contextos passa a ser ligeiramente mais apurada. 

B2 – Neste nível, os avanços na língua começam a ficar mais nítidos. Mesmo sem possuir domínio completo, a pessoa já consegue interagir de modo independente e sem precisar de tanta ajuda. Aqui, o inglês começa a fluir com maior naturalidade.

C1 – No nível C1, você é considerado avançado na língua inglesa. Uma das principais evidências é conseguir “pensar” em inglês. Ou seja, quando você espontaneamente consegue ler, ouvir e falar, processando todas as informações sem grande dificuldade.  

C2 – É o nível mais complexo de domínio da língua inglesa. Aqui, você é indiscutivelmente fluente. Trata-se de um estágio em que você consegue elaborar frases de diferentes graus de complexidade, bem como entendê-las. Quando você se torna fluente, seu repertório de vocabulário é bem grande e você tem as habilidades necessárias para manejá-lo.

Enfim, agora você já sabe mais ou menos quanto tempo levará para se tornar fluente em inglês. Como vimos, existem diversos fatores que podem acelerar o processo, portanto, é bom estar atento a eles. E, quando você estiver quase dominando o inglês, pode se inscrever em cursos que aceleram em até 3x a velocidade do aprendizado no idioma! Um exemplo é o Speech Master, ideal para você avançar nos seus estudos de inglês.Obrigado por acompanhar o conteúdo da Voomp, adoramos ter você aqui conosco. Até mais! 😉


Siga-nos nas redes sociais:
LinkedIn | Instagram | YouTube | Facebook

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.