Como é a correção do Enem?

Redação Voomp
Colaborador do Voomp

Crédito: Imagem: Reprodução / Pexels

O Enem é o Exame Nacional do Ensino Médio. Desde a sua criação, em 1998, passou por alguns ajustes. Mas o que nunca mudou foi o rigor e a transparência com que o exame lida com o segredo da prova e sua correção. Para entender como é feita a correção do Enem, vamos explorar nessa matéria todas as etapas dessa avaliação. 

Afinal, quanto vale a redação?

Primeiramente, vamos tratar um pouco sobre a redação na prova do Enem.

Existem estudantes que não sabem as regras por trás da pontuação da redação. Por essa razão, podemos entrar nesse campo para entender melhor quais são os critérios de avaliação. Assim, é possível se preparar antes e dar o devido valor a essa etapa na hora de calcular a sua nota final.

A redação do Enem é tão importante que algumas universidades estabelecem regras de ingresso dos alunos contando com certas pontuações nessa área. Por isso, estar atento a esse processo é essencial para uma boa prova e entender a correção do Enem. E, para quem não sabe, a nota da redação do Enem vale de 0 a 1000 pontos. Assim, nem precisamos dizer que pontuar bem nessa parte é um passaporte para se dar bem de um modo geral.

Inclusive, podemos verificar que os 1000 pontos da redação são divididos em 5 competências de avaliação. Vamos verificar aqui quais são essas competências. Logo, faça um esforço para manter seu foco totalmente voltado a esses quesitos. São critérios como:

  • Domínio da língua portuguesa;
  • Desenvolvimento do tema;
  • Construção da ideia e interpretação de informações;
  • Argumentação;
  • Proposta de intervenção.

O sistema de correção “antichute”

Antes de mais nada, vamos recapitular um pouco como é estruturada a prova do Enem. Ou seja, além da redação de no máximo 30 linhas, o estudante terá também pela frente 4 provas objetivas. Em cada uma delas, ele terá 45 questões em cada área do conhecimento. Essas áreas são divididas entre “Linguagens, códigos e suas tecnologias”, “Ciências humanas e suas tecnologias”, “Ciências da natureza e suas tecnologias” e “Matemática e suas tecnologias”.

Uma informação super importante para quem quer saber como é feita a correção da prova do Enem é a de que existe um método específico para a avaliação de cada prova. Esse método foi criado para tentar garantir ao máximo que os alunos sejam pontuados de acordo com o que estudaram de fato. Assim, ficou conhecido como um sistema “antichute”.

Assim, o sistema de correção chamado teoria de resposta ao item (TRI) é o responsável pela elaboração da nota final. Funciona como uma diretriz que acompanha a trajetória do estudante na prova. Dessa maneira, segundo a Agência Brasil, tratando da prova do Enem, “o TRI vai levar em consideração a coerência da prova, ou seja, é esperado que um estudante que acerte questões muito difíceis, acerte também as muito fáceis. Se isso não acontecer, o sistema pode entender que ele chutou a questão e, por isso, ele pontuará menos nessa questão do que estudantes que tenham mantido certa coerência esperada”.

Como administrar o tempo sabendo como é feita a correção do Enem

Sabendo mais sobre como é feita a correção do Enem, é preciso entender que a administração do seu tempo na prova pode ser decisivo. Por isso, antes de tudo, procure dormir bem na noite anterior à prova. Também, prepare-se direito com os horários e itens que devem ou não devem ser levados para dentro do local do exame. 

E, na hora da prova, conforme já colocamos aqui, foque principalmente e primeiro nas questões que você tem mais facilidade. Isso irá fazer com que a coerência avaliada na correção do método TRI te favoreça. Então, é importante contar com o tempo de prova, que é normalmente curto pelo volume de questões. Nesse tempo, utilize-o também para relaxar algumas vezes. Importante se hidratar e se alimentar com barras de cereais ou chocolate. Isso vai ajudar seu cérebro a relaxar para depois retomar o ritmo da prova.

Novamente, conforme matéria da Agência Brasil que entrevistou professores especialistas no Enem, “[orienta-se] os estudantes a, caso não saibam uma questão, pular para outra. No fim da prova, se sobrar tempo, o estudante deve voltar nessas questões e tentar resolvê-las. [E] nenhuma questão deve ser deixada em branco. Em último caso, o estudante deve chutar”.

E, lembre-se, se você realmente se preparou para o Enem, certamente sua prova terá a coerência necessária para uma boa pontuação. Por isso, confie em si e na sua trajetória de estudos. Isso irá dar mais um gás para a realização do exame.

Informações importantes para depois do exame

Segundo informa do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que é responsável pela administração e aplicação da prova do Enem, há um calendário para a divulgação oficial do gabarito e resultados. Conferir o gabarito da prova é o primeiro passo para avaliar como você se saiu nela. E desde que já explicamos como é feita a correção da prova do Enem, você já sabe que a conferência do gabarito não é o resultado final.

O Inep divulga os gabaritos oficiais das provas objetivas até o terceiro dia útil após a realização das últimas provas. Eles ficam disponíveis na seção Provas e Gabaritos do portal no site do Inep: www.gov.br/inep/. Normalmente, os gabaritos do Enem também são divulgados pelos principais veículos da imprensa na internet. Por isso, fique atento às datas para conferir quantas questões você acertou na prova.

Agora, a divulgação dos resultados individuais é feita posteriormente a partir do login no sistema gov.br. É o mesmo sistema de inscrição. É na Página do Participante que você poderá conferir as avaliações e finalmente saber como se saiu no exame. Ainda, segundo o Inep, os resultados individuais do Enem 2021 não serão divulgados por outros meios de publicação. Assim, fique ligado na sua área do participante no portal do Enem/Inep.

Faculdades para entrar usando a nota do Enem

Muitos centros universitários de renome, como a Anhanguera, a Pitágoras e a Unopar, buscam os resultados individuais do Enem para compor seus alunos nas vagas dos cursos diversos que ofertam. Já se sabe que fazer uma boa prova do Enem pode ser um passaporte de entrada nas melhores faculdades. Por isso, se ligue na realização de uma boa prova para garantir acesso a essas faculdades.

Por fim, se você quiser saber mais sobre qual é a estrutura do Enem, saiba que temos uma matéria que fala só sobre isso. Assim, você poderá se aprofundar melhor nesse assunto e ficar cada vez mais preparado para o dia da prova. Clique aqui e leia agora mesmo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.