Vale a pena estudar Enfermagem em 2022?

Redação Voomp
Colaborador do Voomp

Crédito: Foto: Rodnae Productions / Pexels

A enfermagem esteve em alta nos últimos anos. E, justamente por isso, muitos estudantes tem se perguntado se vale à pena estudar Enfermagem em 2022. E a resposta é sim. A carreira na enfermagem continua sendo uma das mais buscadas em vestibulares ao redor do país e também uma das que mais demanda profissionais de mercado. Esse crescimento e importância dos profissionais da área tornou-se ainda mais importante em tempos de pandemia.

Enfermeiras e enfermeiros foram e ainda são peça chave em todo o mundo para cuidar da manutenção da saúde da sociedade. A enfermagem é certamente uma das carreiras mais imunes a diferentes crises e transformações no mercado. Isso acontece porque o profissional dessa área é essencial para a preservação da vida humana em qualquer ocasião.

A tendência nos próximos anos é de que as graduações em Enfermagem continuem se atualizando para acompanhar as mudanças tecnológicas e de perfil profissional. Novas tecnologias e demandas pedem atenção constante para se adequar ao mercado. Vale lembrar que a área de saúde é uma das poucas que não param de crescer no país, sendo um dos principais campos de investimento de todos os governos e um dos que mais recebe pesquisas para tecnologia e inovação.

Por que motivos vale a pena estudar Enfermagem em 2022?

A profissão de enfermeiro pode ser considerada o epicentro do sistema de saúde. Logo, sem ela, é difícil que as outras áreas funcionem bem ao redor. Vale lembrar que Assembleia Mundial da Saúde de 2019 designou 2020 como o ano dos profissionais de Enfermagem e obstetrícia. Esse foi um marco importante para a valorização desses profissionais. A variedade de atuações é um dos pontos fortes da carreira e os enfermeiros podem optar por se especializar em diferentes lugares, inclusive para trabalhar fora do ambiente hospitalar.

A área de Enfermagem é uma das mais importantes quando pensamos em cuidados essenciais para a sociedade. Ela garante o direito básico à saúde e os cuidados com a vida. Existem diferentes áreas de atuação além dos hospitais e vamos falar delas por aqui.

Com uma oferta grande de trabalho, ampla procura pelos estudantes e grande importância social, separamos aqui as principais informações que você precisa saber se está pensando em estuar Enfermagem. Características profissionais, disciplinas ofertadas. Além disso, mercado de trabalho, áreas de atuação, tudo para te ajudar a fazer a escolha certa.

Entre os profissionais da saúde, os enfermeiros aparecem em maior número em quase todas as instituições. Desempenhando funções essenciais em clínicas, centros de medicina e hospitais. Sendo assim, o mercado de trabalho está constantemente aquecido, o que torna a faculdade de Enfermagem uma das graduações mais procuradas.

Quais as principais características de um profissional?

Entender o perfil dos profissionais que trabalham em determinada área pode ser um ótimo caminho. Ele te ajuda a seguir na importante decisão de escolher um curso ou uma carreira. Para ajudar na escolha, observe as principais características de quem trabalha no ramo. Logo depois, liste as habilidades mais importantes para entender se é com elas que você gostaria de trabalhar.

A graduação em Enfermagem prepara e qualifica profissionais que vão acompanhar não somente os pacientes, mas também os familiares em clínicas, hospitais e ambulatórios. Vale lembrar que uma boa formação equilibra o currículo desenvolvido pela faculdade com bons professores. Além disso, a dedicação dos alunos é essencial para que o profissional esteja preparado para as responsabilidades que vai assumir.

Podemos dizer que uma das principais características que o estudante que procura esse curso deve cultivar é a boa vontade para trabalhar com pessoas de todos os tipos. E também de diferentes idades e trajetórias. Além disso, o contato humano é um dos fatores mais presentes na carreira de Enfermagem. Além da capacidade de trabalhar bem em equipe. Conheça aqui quais são 6 habilidades fundamentais para um bom enfermeiro.

O que mais é preciso saber para decidir estudar Enfermagem?

Outro ponto importante na hora de decidir o curso é saber o valor médio das mensalidades. Para a faculdade de Enfermagem esse valor costuma variar entre R$ 900 e R$ 1.800. Uma opção com bom custo-benefício é a faculdade Anhanguera, na qual o curso presencial de Enfermagem está a partir de R$ 598. O semipresencial fica a partir de R$ 559.

A graduação para estudar Enfermagem é considerada da área de Ciências Biológicas. Mas, por contar com um vasto campo de atuação, também têm disciplinas de Psicologia, Ciências Humanas, Administração e Sociologia. Ela pode ser feita de forma presencial e semipresencial. Nesse caso os estudantes assistem a boa parte das aulas online. Mas participam de diversas atividades práticas importantes para a rotina de trabalho, como atividades em laboratório.

6 características essenciais para quem vai cursar Enfermagem

  1. Gostar de trabalhar com pessoas. Esse é um dos pontos essenciais, afinal, o profissional de enfermagem vai lidar diariamente, durante a maior parte do período de trabalho, com pessoas de diferentes tipos, idades e origens.
  2. Gostar de cuidar e ajudar as pessoas. Outro ponto importante, enfim, já que uma das funções básicas da Enfermagem é cuidar dos pacientes e zelar pela saúde de quem os procuram.
  3. Manter-se atento aos detalhes e ser observador. O enfermeiro lida diariamente com pacientes que estão passando por situações adversas e podem não saber relatar de maneira exata o que estão sentindo. Então, a observação atenta aos detalhes é fundamental para entender melhor cada quadro.
  4. Ser paciente e saber ouvir. Por lidar com pacientes que passam por dor, ansiedade e outras adversidades físicas e psicológicas, é essencial que o enfermeiro saiba ouvir com atenção e ter paciência para tratar da melhor forma todos os casos.
  5. Gostar de trabalhar em equipe. Além de lidar com pacientes, os profissionais de enfermagem costumam trabalhar em equipes diversas, sempre com a presença de outros enfermeiros, médicos e demais integrantes da administração de um hospital, uma clínica ou um espaço público.
  6. Ter um bom controle emocional. Lidar com quadros mais complicados, pacientes exaltados, familiares e situações de grande pressão psicológica. Para isso, é importante que os profissionais de enfermagem tenham sempre em mente a necessidade de um bom controle emocional. Buscando ajuda de outros profissionais quando for preciso.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 19

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.