Quantos anos dura a faculdade de Engenharia de Produção?

Redação Voomp
Colaborador do Voomp
Quantos anos dura a faculdade de Engenharia de Produção?

Crédito: Foto de Mikhail Nilov no Pexels.

Venha descobrir em quantos anos você consegue se formar em como engenheiro de produção. Sabia que o curso de Engenharia de Produção é um dos mais procurados no Brasil? Isso mesmo, de acordo com o Censo da Educação Superior, o curso ocupa a 17ª posição dentre os cursos com o maior número de matrículas. 

Mas qual o motivo desse sucesso todo? O curso de Engenharia de Produção prepara profissionais para administrar os recursos financeiros, humanos e materiais de determinada empresa. Sendo assim, esse profissional tem o objetivo de aumentar a produtividade da organização e, consequentemente, o seu lucro.

Em resumo, a graduação de Engenharia de Produção é a junção de dois cursos bem populares no Brasil: a Engenharia e a Administração. Nesse sentido, ao final da faculdade o aluno terá uma formação multidisciplinar que irá capacitá-lo para o mercado de trabalho. Além disso, o engenheiro de produção exerce uma função essencial dentro de uma empresa, ele deve buscar formas de deixá-la mais competitiva perante o mercado.

Portanto, se você está pensando em seguir carreira nessa área, prepare-se! Pois nós iremos falar um pouco mais dessa graduação e responder a seguinte pergunta: quantos anos dura a faculdade de Engenharia de Produção?

Quanto tempo dura o curso de Engenharia de Produção?

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o curso de Engenharia de Produção deve oferecer uma carga mínima de  3.600 horas. Sendo assim, a graduação deve ser administrada em 5 anos ou 10 semestres. O período máximo para o aluno se formar varia de acordo com cada faculdade, mas na maioria dos casos são 15 semestres. Portanto, a duração é a mesma de outros cursos de engenharia. Agora, você já sabe quantos anos dura a faculdade de Engenharia de Produção.

Além disso, o regime do curso (parcial ou integral) e a modalidade de ensino (presencial ou EAD) varia de acordo com cada instituição, resta ao estudante decidir qual é a melhor opção para ele. 

Vale lembrar também que há faculdades que podem oferecer o curso no período da manhã ou da noite. Em resumo, no curso diurno os alunos devem  estudar pela manhã, enquanto no curso noturno os alunos estudam pela noite. Contudo, não esqueça que a carga horária diária varia com a faculdade.

Por fim, seguindo o padrão de outros ramos da Engenharia, o curso de Engenharia de Produção aborda durante os primeiros anos matérias voltadas para as ciências exatas e depois apresentará matérias específicas da sua área.

A grade curricular do curso de Engenharia de Produção

Para entender melhor quantos semestres tem o curso de Engenharia de Produção, precisamos nos aprofundar um pouco na matriz curricular da graduação. Porém, o nome das disciplinas podem variar em cada instituição de ensino. Assim sendo, as matérias abaixo são somente alguns exemplos.

Por dentro do mundo da engenharia

Nos primeiros períodos da faculdade de Engenharia de Produção, o aluno terá aulas com os princípios básicos de qualquer Engenharia. Em outras palavras, as matérias do 1º e 2º ano serão disciplinas  das ciências exatas.
Confira abaixo:

  • Cálculo I;
  • Física I;
  • Desenho Técnico Mecânico I;
  • Álgebra Linear;
  • Cálculo II;
  • Física II;
  • Estatística;
  • Cálculo III;
  • Introdução aos Processos Químicos;

Transformando-se em engenheiro de produção

Depois dos dois primeiros anos, os períodos seguintes possuem disciplinas voltadas para a Engenharia de Produção. Portanto, é a partir desses semestres que os alunos começarão a ter contato com matérias específicas e, aos poucos, se tornarão grandes engenheiros da produção. Confira alguns exemplos abaixo:

  • Análise de Custos;
  • Logística Empresarial;
  • Engenharia de Tráfego;
  • Processos de Fabricação;
  • Resistência dos Materiais;
  • Organização do Trabalho na Engenharia de Produção;
  • Economia da Produção;
  • Cálculo Numérico;
  • Controle Estatístico da Qualidade;
  • Contabilidade, Custos Industriais e Orçamento;
  • Projetos de Investimento;
  • Ergonomia.

Preparando-se para o mercado de trabalho

Nos últimos semestres da graduação de Engenharia de Produção, os futuros engenheiros irão se aprofundar cada vez mais em disciplinas específicas e também começarão a realizar o Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). Além disso, eles irão precisar realizar o Estágio Supervisionado para receberem o tão sonhado diploma. Veja abaixo:

  • Controle e Automação de Processos Industriais;
  • Desenvolvimento de Produto;
  • Gestão da Produção e Planejamento;
  • Programação e Controle de Produção;
  • Estágio Supervisionado;
  • Trabalho de Conclusão de Curso.

É possível realizar a graduação de Engenharia de Produção a distância?

A modalidade do ensino a distância é uma realidade cada vez mais presente na vida dos brasileiros, o EAD ganhou muito destaque e relevância tanto no Brasil quanto no mundo afora. Ao mesmo tempo, a pandemia fez a busca por essa modalidade de graduação aumentar exponencialmente. Portanto, a faculdade de Engenharia de Produção também vem se aperfeiçoando nessa nova modalidade.

Para aqueles que não possuem um dia a dia muito flexível, realizar a graduação a distância pode ser uma ótima solução. Afinal, você consegue conciliar seus estudos com outras atividades. Nesse sentido, essa modalidade permite que o estudante possa fazer boa parte das matérias em casa, no horário que for mais conveniente. 

Porém, o que muitos não devem saber é que a faculdade de Engenharia Produção não pode ser feita totalmente a distância. Segundo a legislação brasileira, as instituições devem oferecer aulas presenciais ao longo dos semestres. Afinal, por ser um curso de Engenharia, é necessário realizar diversas atividades presenciais,  como aulas em laboratórios, visitas ao campus, apresentação de trabalhos, etc.

Sendo assim, a faculdade de Engenharia de Produção pode ser realizada em duas modalidades: a presencial e a semipresencial. Portanto, se você faz o perfil que precisa de uma graduação mais flexível, não hesite em escolher o formato EAD.

Perfil do engenheiro de produção

Por fim, já deu para perceber que o mercado de Engenharia de Produção pode ser bem amplo, não é mesmo? Logo, a faculdade deve saber preparar completamente seus alunos para o mercado de trabalho. Afinal, o engenheiro civil pode desempenhar diversas funções. Confira abaixo algumas das características do perfil do profissional de Engenharia de Produção:

  • Ter um ótimo raciocínio científico e matemático;
  • Estar por dentro dos assuntos de atualidades;
  • Gostar de política e economia;
  • Gostar bastante de tecnologia e computação;
  • Ter uma boa comunicação interpessoal e saber trabalhar em equipe;
  • Ser resolutivo e saber resolver problemas de maneira rápida e eficaz.

E aí? O que achou da duração do curso de Engenharia de Produção?

Quer seguir carreira nessa área? Não esqueça de que você vai precisar de muita disciplina e dedicação. Afinal, o curso não é nada fácil e exige muito do aluno.

Caso ainda esteja em dúvida sobre qual graduação combina mais com você, separamos uma matéria que pode te ajudar:

Como descobrir qual graduação mais combina com você

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.