InícioDicasEstágioComo conseguir um estágio em Ciências Biológicas?

Como conseguir um estágio em Ciências Biológicas?

Se você é estudante de Ciências Biológicas, deve estar se perguntando como direcionar para a prática os conhecimentos que você adquire com a faculdade. Uma boa oportunidade para isso é encontrar um estágio em Ciências Biológicas. Como você deve saber, se a sua faculdade é no modo licenciatura ou bacharelado, isso determinará algumas escolhas. Mas, ao mesmo tempo, há áreas de atuação em comum, pois, o conteúdo é o mesmo para ambas as modalidades.

Portanto, a fim de ajudá-lo a exercer seus conhecimentos biológicos na prática e a conseguir boas vagas no mercado de trabalho, vamos listar dicas para um estágio em Ciências Biológicas. Acompanhe!

Ciências Biológicas: licenciatura ou bacharelado?

Primeiramente, é preciso entender que há duas habilitações para Ciências Biológicas: a licenciatura e o bacharelado. No primeiro caso, além de se formar biólogo, o profissional estará apto a lecionar na educação básica e no ensino médio. Portanto, algumas disciplinas da licenciatura, além dos conteúdos voltados à Biologia, se direcionam à formação didática para professores.

Conheça as possibilidades de atuação para biólogos antes de procurar um estágio em Ciências Biológicas.

Áreas de atuação para Ciências Biológicas – licenciatura

  • Docência no ensino fundamental e médio;
  • Produção de materiais didáticos sobre ciências biológicas em editoras;
  • Desenvolvimento e gestão de projetos educacionais em organizações não-governamentais e outras instituições;
  • Pesquisa educacional em faculdades, universidades e instituições de ensino no geral;
  • Consultoria, desenvolvimento e gestão de projetos de conservação ambiental em empresas ou órgãos do Governo (secretariais municipais e estaduais);
  • Curadoria e conservação em museus voltados à biologia;
  • Desenvolvimento e fabricação de medicamentos, alimentos e bebidas, entre outros, na indústria.

Áreas de atuação para Ciências Biológicas –  bacharelado

  • Pesquisa e exploração da biodiversidade em determinadas áreas ou regiões;
  • Desenvolvimento e implementação de projetos de conservação ambiental;
  • Manejo de recursos naturais na iniciativa pública e privada;
  • Iniciativas de educação ambiental;
  • Desenvolvimento e implementação de políticas de saúde;
  • Pesquisa acadêmica em instituições de ensino superior;
  • Curadoria e conservação em museus voltados à biologia;
  • Desenvolvimento e fabricação de medicamentos, alimentos e bebidas, entre outros, na indústria.

 

Dicas para conseguir um estágio em Ciências Biológicas

1. Leve a faculdade de Ciências Biológicas muito a sério

A primeira dica é a mais geral, porém, é determinante. Dedicar-se ao curso de Ciências Biológicas fará toda a diferença nos semestres finais. É importante que você acompanhe as aulas, leia o material de base e exercite seus conhecimentos. Assim, você dominará mais facilmente as habilidades de um biólogo (e professor, para os licenciados) e, com isso, conseguirá uma oportunidade no mercado de trabalho.

O curso de Ciências Biológicas é feito na modalidade presencial, bacharelado e licenciatura, e sua duração é de quatro anos. Por isso, escolher uma boa faculdade, onde você tenha liberdade de estudar e conciliar sua rotina, fará toda a diferença na hora de ingressar no mercado de trabalho.

2. Procure por instituições e faculdades que precisem de estagiários de Ciências Biológicas

Os futuros biólogos podem procurar por estágios em segmentos que necessitem de auxiliares para pesquisas biológicas em desenvolvimento. Por isso, é interessante procurar os departamentos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado) das Ciências Biológicas. Nesses departamentos, o estagiário poderá participar das pesquisas e aprenderá como funcionam a rotina em laboratório e na pesquisa de campo.

Além dos departamentos universitários, também há autarquias e instituições públicas de pesquisa que aceitam estagiários. Para ambos os casos, o estágio pode ser remunerado, mas, na maior parte das vezes, é voluntário. Logo, não implica em remuneração. Ainda assim, considere um estágio mesmo que não remunerado. A experiência pode ajudá-lo a conseguir outras oportunidades ou a incrementar seu currículo para o mercado de trabalho.

3. Inscreva-se em sites e aplicativos de vagas de estágio e emprego

Como todo estudante hoje já sabe, a tecnologia é nossa principal aliada para muitas causas. Portanto, ao buscar por um estágio nas Ciências Biológicas, utilize a tecnologia a seu favor. Inscreva-se em sites e aplicativos de emprego que informam de novas vagas todos os dias. Nesses sites, você poderá conferir quais empresas, quais demandas, quais atribuições e qual a remuneração para a função. Logo, ficará mais fácil encontrar uma boa oportunidade de estágio.

Desse modo, você filtra seus interesses nos sites buscando pela vaga (estágio em Biologia/Ciências Biológicas) e pela sua região e cidade. Assim, as oportunidades ali cadastradas estarão disponíveis e você poderá enviar seu currículo.

Alguns exemplos de sites nos quais você poderá cadastrar seu currículo e procurar por vagas de estágio:

Uma dica bônus: invista em um bom currículo desde já. Seja criativo, objetivo e, o mais importante, sincero com relação aos seus conhecimentos. Assim, você chamará a atenção dos recrutadores e conseguirá a sua vaga de estágio em Ciências Biológicas!

4. Não perca tempo e inicie seu networking

Além dos sites e aplicativos de empregos, e bom e velho networking também não poderá faltar. Assim, além dos contatos online, é fundamental não desperdiçar as conexões tradicionais. Conhecer biólogos e professores em eventos da área, contatar seus docentes, participar de atividades do setor – todas essas opções fornecem uma rede de contatos que você poderá acionar em um futuro estágio. Participar de congressos, seminários e demais eventos acadêmicos na área da Biologia o manterá atualizado e bem relacionado.

Assim, o networking o ajudará não apenas a conquistar um estágio, mas, também a se manter atento às demandas do mercado. Além disso, sua rede de contatos profissionais possibilitará que você encontre boas vagas de estágio e futuramente de emprego. Por isso, fique atento!

5. Atualize-se constantemente e invista em cursos

Há muitas novidades e pesquisas na área das Ciências Biológicas. Logo, para acompanhá-la, você precisará buscar bons cursos, participar de eventos, se informar sobre a área. Desse modo, você estará sempre a par do que o mercado precisa e, assim, será mais fácil conseguir uma oportunidade. Se você será um professor de Biologia, precisará seguir estudando tanto as novidades na área quanto questões relacionadas à prática pedagógica. Se o seu caso é o bacharelado em Ciências Biológicas, aproveitar o dinamismo da área para investir em pesquisa continuamente, em cursos especializados ou pós-graduação, o ajudarão. Por isso, é fundamental especializar-se constantemente, sem desistir dos estudos ao longo de sua carreira.

 

Gostou das nossas dicas? Desejamos boa sorte e que você consiga logo seu estágio em Ciências Biológicas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 45

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.