InícioDicasEstágioComo conseguir um estágio em Gerontologia?

Como conseguir um estágio em Gerontologia?

Atualmente, é muito comum ser necessário conseguir um estágio em gerontologia para se adquirir maior experiência ao se terminar a faculdade e assim adentrar mais facilmente no mercado de trabalho.

Além disso, durante o momento da realização do curso de Gerontologia é o momento ideal para adquirir conhecimento e experiência necessários para te preparar para uma nova carreira no segmento. Por mais que para diversas pessoas seja um período de transição para a idade adulta, em que o pensamento crítico e um sentido mais variado de aprendizagem são adquiridos, tradicionalmente é também onde são feitos os movimentos para iniciar uma carreira.

Por essa razão, frequentar a faculdade e conseguir um estágio andam de mãos dadas. Provavelmente, pode até ser um requisito, ou pelo menos, uma forma de conseguir horas complementares.

Por outro lado, o estágio em Gerontologia poderá ser uma experiência inestimável, pois não apenas ficará bem no currículo no futuro, como permitirá que você dê uma olhada em seu campo de carreira em potencial dentro dessa área. Além de permitir que você amplie seu escopo de contatos no setor, com a oportunidade de desenvolver habilidades relevantes na Gerontologia.

Em suma, os estágios são parte integrante das experiências educacionais dos alunos de Gerontologia. Assim, os estágios oferecem aos alunos a oportunidade de observar e interagir com profissionais envolvidos nas atividades do dia a dia em uma agência ou organização que trabalha com idosos ou ajuda a atender as necessidades da população idosa.

As oportunidades de estágio em Gerontologia também ajudam os estudantes a adquirir habilidades ocupacionais por meio da experiência prática de trabalho e permitem que eles apliquem seus conhecimentos gerontológicos em seus ambientes de trabalho.

Vantagens de conseguir um estágio em Gerontologia

Por mais que um estágio em Gerontologia seja considerado apenas um requisito para determinados cargos e setores, eles são muito benéficos em praticamente todos os campos de atuação no segmento.

Nesse sentido, eles também podem ser uma maneira de criar um currículo impressionante que se destaque entre outros candidatos quando você entra no mercado de trabalho. Além disso, separamos algumas outras vantagens de concluir um estágio durante na faculdade de Gerontologia, o que permite muitas vezes que você:

  • Oportunidade de se familiarizar com o trabalho em um ambiente profissional: mesmo que você já tenha trabalho com Gerontologia no passado, é provável que ela tenha sido bem diferente da carreira profissional que você pretende seguir. Um estágio em Gerontologia é uma ótima forma de obter exposição a um ambiente profissional e aprender como interagir com clientes e colegas.
  • Chance de aplicar as habilidades e conhecimentos que você aprendeu durante a faculdade: os estágios em Gerontologia normalmente permitem que você utilize as estratégias e habilidades que você aprendeu nas aulas teóricas e práticas. Então, conseguir aplicar seus conhecimentos em situações da realidade pode te ajudar a desenvolver ainda mais sua experiência e reforçar os conceitos que você aprendeu.
  • Aprender o que você gosta e o que não gosta: um estágio lhe dará a oportunidade de descobrir se você gosta de certos cargos sem o compromisso de longo prazo associado à aceitação dum emprego. Usando essas vivências, você pode estreitar seus objetivos de carreira e obter certa orientação profissional valiosa.
  • Realizar treinamentos no trabalho: muitas vezes, existem algumas funções de trabalho que exigem mais do que o conhecimento teórico que você aprende na escola. Os estágios proporcionam experiências que você pode enfrentar em sua carreira e treinamentos em determinados procedimentos gerontológicos.

Como conseguir um estágio e Gerontologia

Para conseguir um estágio em Gerontologia você tem que encontrar um primeiro. É aqui que entra o networking. Quer você esteja perguntando ao seu professor favorito um amigo da família ou até mesmo ao seu orientador acadêmico, todo mundo conhece alguém de um setor próximo. Nunca subestime o poder do networking, não apenas para conhecer alguém, mas também para que alguém fale por você.

Nessa perspectiva, o uso das mídias sociais pode ser uma ótima maneira de encontrar estágios e também se aposentar. Empregadores costumam verificar as páginas de mídia social de um candidato, por isso é vital manter essas páginas limpas e positivas. Se você ainda não tiver uma, crie uma página no LinkedIn para pesquisar oportunidades de estágio e faça com que as pessoas também pesquisem por você.

Do mesmo modo, possuir um currículo impressionante se faz necessário. Sabemos que dizer isso pode ser um pouco clichê, mas o currículo costuma ser sua primeira impressão. Principalmente porque este é o lugar para destacar suas habilidades, experiência, interesses, objetivos e prêmios ou elogios.

Um currículo deve ser majoritariamente organizado, ter de uma a duas páginas, possuir ortografia e gramática adequadas, além de ser atraente.

Ao mesmo tempo, não se esqueça de descrever qualquer experiência relevante, sobretudo porque os empregadores vão querer um estagiário que tenha alguma experiência relacionada ao cargo ou funções que ocupam. Isso pode ser um trabalho anterior, experiências de voluntariado também são bem válidas para um estágio em gerontologia.

Dessa maneira, as empresas entenderão que nem todo estagiário terá uma longa lista de histórico de trabalho anterior, mas alguma experiência relevante é o ideal.

Dicas para conseguir um estágio

  • Avalie seus objetivos de carreira: antes de começar sua busca pelo estágio, você deve avaliar seus objetivos profissionais para determinar que tipos de cargos e empresas lhe proporcionam a experiência mais relevante. Você poderá então usar essas informações para focar sua pesquisa e atingir resultados esperados e planejados.
  • Passe um certo tempo na preparação de seus materiais de aplicação: use seu tempo livre para caprichar na elaboração de currículo e da carta de apresentação que destaque evidentemente seus atributos como: experiência, educação e habilidades. Dependendo do campo que você está inserido, também pode ser útil criar um portfólio online que apresente seu trabalho.

Além disso, você deve criar um perfil profissional de mídia social bem construído e avaliar criticamente suas contas pessoais para poder excluir quaisquer publicações ou imagens que possam ser inadequadas.

Resumindo, para conseguir seu primeiro estágio em Gerontologia, é bom começar entrando em contato com instituições que cuidam de idosos de sua região ou cidade. De qualquer maneira, filtre bastante suas buscas e verifique se o que o estágio oferece corresponde às suas expectativas.

Continue nos acompanhando para mais informações que podem ajudar no seu desenvolvimento acadêmico e profissional, vem de Voomp!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 26

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.