InícioDicasEstágioEstágio de Teologia: diferentes oportunidades para o estudante conseguir no mercado

Estágio de Teologia: diferentes oportunidades para o estudante conseguir no mercado

Você escolheu cursar Teologia. Daí, pergunta-se: conseguirei um estágio? Será que somente instituições religiosas contratam? Apaga tudo. E vamos do princípio. Assim como o perfil do curso mudou, as áreas de atuação de um bacharel também se alteraram. Numa passada rápida pelo Google e pelo LinkedIn, A Voomp detectou cinco vagas de estágio de Teologia: uma Organização Não Governamental (ONG) contratando: três vagas em escolas da Educação Básica e um projeto social da Cáritas Brasil. Foram dez minutos de pesquisa, para checar o que vem sendo alardeado nos últimos anos sobre os rumos da Teologia.

Como o campo de atuação do teólogo se ampliou muito ao longo dos anos, as possibilidades de estágios de Teologia também se multiplicaram. Como resultado, o estudante terá diferentes alternativas em conseguir uma vaga. Tudo irá depender de qual área o estudante pretenderá focar suas atividades profissionais, posterioremente. Um estágio durante o curso poderá ajudar nessa escolha, mas não só isso. Como resultado, começará logo a colocar em prática sua aprendizagem teórica, e o ajudará na análise da realidade social, cultura e religiosa, ajudando-o no desenvolvimento do seu senso crítico.

Áreas de atuação

Antes de descrever tipos de estágio de Teologia que o estudante poderá ter acesso, veremos as áreas que os teólogos atuam. Observe as elencadas:

  • Assessoria em grupos religiosos;
  • Administração de instituições religiosas;
  • Ensino (habilitados por licenciatura – escolas ou universidades);
  • Capelão – normalmente função atribuída através de concurso público;
  • Orientação espiritual;
  • Mercado Editorial;
  • Assessoria em empresas privadas;
  • Assessoria de empresas públicas.

Após analisar essas áreas, pode-se, então, ampliar o olhar na hora da busca pelo estágio de Teologia  tão sonhado. Nesse sentido, é importante realizar duas distinções. As áreas eclesias mais voltadas aos bacharéis que são de ordens religiosas ou, então, já atuam em grupos ou projetos confessionais. Mas, atenção! Mesmo aqueles que não atuam também podem concorrer à vaga. Hoje, em dia há mais abertura. Há também os estágios na área não eclesial, nas quais estão projetos sociais.  Dessa forma encontramos:

1 – Espaços não eclesiais:

Escolas – Poderá fazer estágio de Teologia em colégios, dando aulas de Religião ou ainda desenvolver projetos pedagógicos sociais, ou religiosos nas instituições. Também encontrará espaço nos setores de Pastorais em instituições educacionais confessionais.

Universidades – O futuro teólogo poderá ainda conseguir integrar equipes de pesquisa ou monitoria de disciplinas. Outra opção para o universitário de Teologia é fazer parte de setores universitários interdisciplinares que desenvolvam projetos sociais ou humanitários de extensão.

Organizações Não-Governamentais (ONGs), sociais ou filantrópicas – O estudante de Teologia poderá estar prestando serviço em hospitais no acompanhamento de familiares de pacientes ou na capelania. Por outro lado, também pode conseguir vagas em movimentos sociais ou ONGs no desenvolvimento de projetos, consultoria ou assessoria

2- Espaços eclesiais

Paróquias – A pessoa que estuda Teologia poderá dar aulas de catequese, atuando no âmbito educacional e pedagógico. Ainda terá a oportunidade de prestar assessoria e acompanhamento para as pessoas da comunidade paroquial.

Movimentos confessionais – Oportunidade de estágio de Teologia é a de assessorar ou prestar consultoria a grupos, ou pastorais com projetos envolvendo pessoas da comunidade paroquial. Contudo, há, ainda, alternativas em trabalhos a comunidades de baixa renda, com programas assistenciais, eclesiais ou com fins educacionais.

Instituições religiosas – Para àqueles que são ligados a instituições confessionais, o estudante de Teologia poderá se inserir na administração ou nas rotinas eclesiais da ordem religiosa.

Surge um novo perfil

Os teólogos são, sobretudo, estudiosos preparados para atuar em diferentes áreas sociais. Podem ser religiosas ou não. Em suma, esses profissionais são capacitados para fazerem abordagens e análises antropológicas, sociológicas e filosóficas sobre povos e nações, interpretando suas leis e seus dogmas a partir da religião e da fé. Vão aprofundar o conhecimento sobre a fé e desvendarão o mundo das distintas religiões que habitam o mundo.

Atualmente, a Teologia tem contribuído para a formação e para a capacitação de pessoas no  desenvolvimento de atividades relacionadas aos serviços religiosos, sociais e humanitários. A história revela que o ser humano sempre esteve em busca de respostas sobre o espiritual. Sempre desvendou o universo da fé e como o Sagrado se faz presente da sociedade.

Essa forte disposição  pode ser percebida nas mais diversas manifestações de grupos humanos na cultura contemporânea. Nesse contexto, a Teologia hoje se propõe discutir, em diferentes níveis educacionais para a compreensão do ser humano. Não apenas na relação com o Sagrado. Principalmente, como e de que maneira as representações desse Sagrado interfere nos vínculos interpessoais, na construção de projetos de vida e na relação do ser humano com os acontecimentos mais significativos do cotidiano.

Tradição da Teologia

O teólogo Afonso Soares, em uma entrevista, defendeu que a Teologia é uma importante instância crítica em qualquer cultura e/ou sociedade. Em suma, nenhuma associação humana se faz sem pressupostos, sem mitos fundadores, sem postulados que organizam os valores eleitos pelas pessoas como norteadores fundamentais de conduta. Por isso, a teologia é uma reflexão crítica a partir da própria tradição que lhe deu origem. Em síntese, difere da ciência da religião (que investiga, de forma científica e não confessional as tradições religiosas de uma sociedade).

A https://blog.voomp.com.br separou algumas dicas de livros interessantes para quem está interessado em conhecer mais o curso de Teologia. São publicações que introduzem o estudo para que o estudante tenha uma visão mais ampla dos temas trabalhados em sala de aula. Você também pode procurar a biografia junto à universidade que escolheu para cursar Teologia. Assim também poderá alargar o seu conhecimento e tirar qualquer dúvida que ainda possa ter. Então, mãos à obra.

Curiosidade

Dicas de livros de introdução à Teologia.

Leia mais:

O que é um aluno protagonista

Qualificação profissional: um investimento que vale a pena!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 52

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.