InícioDicasMercado de trabalhoComo é a rotina do nutricionista em um hospital?

Como é a rotina do nutricionista em um hospital?

Certamente, você pensou que nutricionistas nunca preparam os pratos favoritos das pessoas que se encontram internadas no hospital. Realmente, não é função deste profissional ser o chefe de cozinha e isso estaria totalmente errado. Afinal, não estamos falando de gastronomia. As instituições de saúde focam na assistência dos pacientes e familiares. Logo, o seu foco reside na saúde e no bem-estar de cada um deles.

Enfim, isso não difere para o especialista em Nutrição. Em suma, ele trabalha diariamente para a melhoria fisiológica dos pacientes e não para ficar criando dietas em acordo com os pratos favoritos de cada pessoa internada. 

Longe disso, o curso de Nutrição e o mercado de trabalho tem o objetivo de promover uma alimentação com saúde e qualidade de vida. E, seu trabalho vai muito além disso.

O Nutricionista no ambiente hospitalar

Após formados, muitos nutricionistas realizam especializações voltadas para atuação em ambientes hospitalares e demais instituições de saúde, beleza e fisiologia humana. Entre elas podemos citar: 

  • Spas e clínicas de estética;
  • Clínicas especializadas em nutrição;
  • Academias para atletas de alto rendimento;
  • Policlínicas
  • Postos de saúde e UBS;
  • Empresas privadas com departamentos de Medicina do Trabalho;
  • Home care;
  • Atuando como professor em cursos ligados às Ciências da Saúde (fisioterapia, enfermagem, medicina, entre outras áreas).

Além disso, em determinados períodos são abertas diversas vagas para profissionais de nutrição ao nível municipal, estadual e federal para diferentes órgãos públicos ligados à saúde.

Mas, no caso do nutricionista no ambiente hospitalar, a presença de estudantes e profissionais especializados faz parte do dia a dia da estrutura. Já que sem eles não seria possível implementar boas práticas de alimentação, controle da alimentação dos pacientes e dietas específicas para determinadas doenças, pré e pós operatório, gestantes e puérperas, e até para os colaboradores da própria unidade.

Como é a rotina do nutricionista em um hospital?

Com especialização ou não, o profissional de nutrição realiza diversas tarefas no seu dia a dia dentro do ambiente hospitalar. Podemos dizer que a principal delas é a inserção de práticas positivas por meio dos Núcleos de Educação Continuada e Comissões de Nutrição Hospitalar, juntamente a uma equipe multidisciplinar. Afirmamos isso, apenas para mostrar o papel fundamental da profissão para todo o ambiente hospitalar. 

Em segundo lugar, é bastante comum a presença de ambulatórios de Nutrição onde o profissional realiza atendimentos semanais em um consultório dentro da unidade. Nesta atividade, faz acompanhamento de pacientes com doenças crônicas, aferições e controle de peso e prescrição de dietas. Vale destacar que em casos como estes a presença de um médico nutrólogo. Resumindo, um verdadeiro trabalho em equipe.

Podemos adicionar ao cotidiano do nutricionista hospitalar as atividades de educação alimentar junto aos demais membros da equipe e suas avaliações nutricionais. Soma-se ao trabalho em conjunto com fisioterapeutas e farmacêuticos para aplicação de tratamentos levando em consideração as três áreas. E, por fim, o comprimento dos protocolos, políticas e programas da instituição, conselhos profissionais e diretrizes governamentais.

Boas práticas e atividades de gestão

O curso de Nutrição além de preparar especialistas para atuarem em diversas áreas, neste caso do nosso post na parte hospitalar, o estudante ainda aprende noções de gestão, planejamento e até marketing – o que certamente vai ser exigido em diversos momentos da carreira.

Através de práticas como essas, o nutricionista acaba implementando ações de fiscalização, compra e conversação de alimentos, controle de desperdícios, higiene e segurança alimentar. E não somente para as dezenas de pacientes, mas também todas as pessoas que circulam normalmente e se alimentam da cozinha do hospital, copas, etc.

Dependendo do porte da unidade hospitalar, é rotina do nutricionista gerenciar equipes de diversos setores, seja na parte de assistência ao paciente, seja no local de preparo dos alimentos e sem esquecer do setor de compras. Pois ali se decide a necessidade logística de alimentos e suplementos.

Além disso, a rotina vai incluir o cuidado aos pacientes infantis, adultos e idosos de forma diária. Cada um com as suas dietas e necessidades nutricionais específicas. Consequentemente, o dia a dia do profissional de Nutrição é bastante dinâmico e corrido. 

Assistência Nutricional

Em instituições de ensino superior que oferecem o curso de Nutrição, a grade curricular conta com uma dezena de disciplinas com foco na assistência aos pacientes hospitalares. Se você duvida, confira agora mesmo:

  • Assistência Nutricional na Obesidade, doenças Cardiovasculares e Endócrinas;

  • Assistência Nutricional nas Doenças Neurológicas e Imunes;

  • Assistência Nutricional nas Patologias do Sistema Digestório e Órgãos Anexos;

  • Assistência Nutricional nara Gravemente Enfermos;

  • Planejamento e Organização de unidade de Alimentação e Nutrição;

  • Higiene e Microbiologia de Alimentos;

  • Fisiopatologia e Farmacologia Aplicada à Nutrição;

  • Saúde Pública.

Contudo, os conteúdos apresentados acima mostram a grande ligação entre o curso de Nutrição e os cursos de saúde. Definitivamente, é impossível separar alimentação, tecnologia de alimentos e nutrição da própria área da saúde e qualidade de vida.

Considerações finais sobre a Nutrição Hospitalar

Sem dúvida, a Voomp vai abordar ainda mais este tema tão específico do curso de Nutrição em outras publicações. Por isso, recomendamos que você prossiga com suas leituras e também procure saber mais sobre a faculdade.

Independente da formação, todos os profissionais que lidam com saúde e bem-estar de pacientes, familiares e outras pessoas, merecem respeito e melhor entendimento das suas atividades. Sobretudo, quando falamos de vidas inocentes e pessoas em um momento de fragilidade.

Em outras palavras, é papel dos nutricionistas ajudar a salvar vidas, recuperar a saúde física e também mental de pacientes para que se recuperem, combatam suas patologias com êxito e possam seguir suas vidas da forma mais normal possível. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.